Parceiros

Parceiros
Mercevolks

Parceiros

Brasil:STF autoriza inquérito contra Renan em caso de corrupção no fundo de pensão dos Correios

Foto Lula Marques/AGPT


A Polícia Federal (PF) terá 60 dias para investigar o suposto envolvimento do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) com um esquema de corrupção no fundo de pensão dos funcionários dos Correios, o Postalis. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do caso, aceitou o pedido feito pela Procuradoria Geral da República (PGR) e autorizou a abertura de inquérito. De acordo com informações do portal G1, Renan já é investigado na Lava Jato por suspeita de envolvimento com irregularidades na Petrobras e na Transpetro, subsidiária da estatal do petróleo. A assessoria do ex-senador afirmou que suspeitas são “uma história requentada” e mais uma acusação “sem provas” de Rodrigo Janot, procurador-geral da República. “O ministro Teori [Zazascki, ex-relator da Lava Jato no STF] devolveu uma denúncia contra mim considerando-a inepta, e outra já foi arquivada. Essa também será porque nunca tive lobista ou operador. Nunca autorizei que falassem em meu nome em nenhum lugar, muito menos na Postalis”, ressaltou o texto.

Por Notícias de Santa Luz

patrocínios

patrocínios