Parceiros

Parceiros
Mercevolks

Parceiros

Fatalidade: Criança de 2 anos morre afogada em piscina de casa alugada para carnaval


Outro caso aconteceu em 2015 de afogamento de criança

Uma criança de dois anos morreu afogada na piscina de uma casa alugada para o período de carnaval no município de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia. A tragédia ocorreu no bairro de Mundaí, na tarde da quarta-feira (1º).

De acordo com o delegado Rafael Zanini, que investiga o caso, o imóvel onde ocorreu o afogamento foi alugado por um grupo formado por cerca de 20 pessoas do município de Uberaba, em Minas Gerais.

A partir de apurações preliminares, o delegado conta que os pais estavam na praia e voltaram para casa sozinhos com a criança. Chegando no imóvel, a mãe teria ido tomar banho e o pai lavar o carro.

Quando se deram conta de que o filho de dois anos não estava com nenhum deles, foram para a área piscina e encontraram a criança dentro da água.

“Os pais se distraíram. O pai entrou na piscina e tirou a criança, que já tinha ingerido muita água. Ele tentou fazer massagem cardíaca e ligou para o Samu, que ia demorar um pouco. Então, colocaram a criança no carro e foram em direção ao Samu. Encontraram na estrada. A equipe tentou uma nova massagem cardíaca, mas a criança já tinha falecido”, detalhou.

O delegado Rafael Zanini reiterou que a família chegou ao município para curtir o carnaval. “Eles [os pais] estavam muito abalados. A mãe não parava de chorar”, contou. O corpo do menino foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica. A previsão é de que seja liberado e encaminhado para Uberaba (MG) ainda nesta quinta-feira (2).

Após a morte, a delegacia local abriu um inquérito administrativo para apurar as circunstâncias do caso.




Por G1 Bahia

patrocínios

patrocínios