Parceiros

Parceiros
Mercevolks

Parceiros

Caso inusitado nas Eleições2016: “A culpa foi minha”, diz candidata de Ipiaú que fez campanha com número errado

Sônia da São Geraldo (PDT) inverteu os últimos números de sua candidatura, ao mandar imprimir os santinhos. “Decorei o número errado”, disse a candidata. Ainda assim ela teve 19 votos.
Uma candidata a vereadora da cidade de Ipiaú, no sudoeste da Bahia, percebeu no dia das eleições, realizadas em 2 de outubro, que havia impresso o número de candidatura errado em seu material de divulgação.

Os eleitores da candidata teriam que digitar o número 12987, entretanto os santinhos que divulgaram a candidatura dela estampavam o número 12978. “Eu não culpo ninguém. A culpa foi só minha”, afirmou a candidata Sônia da São Geraldo (PDT). “Eu mandei fazer os santinhos na gráfica e teria que ter conferido o número. Decorei o número errado e mandei fazer o material”, acrescentou. Ela conta que foi a filha quem percebeu o erro. “Minha filha foi votar por volta das 10h30, digitava o número e aparecia a mensagem ‘candidato inexistente'”, disse.


A candidata, cujo nome verdadeiro é Valdisônia Raimunda da Silva, destacou que ainda conseguiu computar 19 votos. Sônia, que trabalha no comércio e se candidatou à vereadora pela primeira vez, afirmou que agora ri da situação, mas que no momento não encarou dessa forma. “Na hora, eu fiquei desesperada, mas minha filha adorou, porque ela disse que eu sou tão boa, que não merecia ficar no meio dos políticos”, diz a candidata. Ela contou que gastou R$ 300 na confecção dos santinhos e revelou que nas próximas eleições municipais, sairá candidata novamente. “Vou entrar para ganhar”, disse.

Por (G1 . Rede Bahia)
Candidata a vereadora em Ipiaú divulgou número errado durante campanha (Foto: Reprodução/DivulgaCand)

patrocínios

patrocínios