Parceiros

Parceiros
Mercevolks

Parceiros

Fenômeno de microexplosão atingiu Campinas, explica Cepagri

Meteorologistas e prefeito deram entrevista coletiva para explicar fenômeno.

Temporal na madrugada de domingo deixou rastro de destruição na cidade.

Do G1 Campinas e Região

Pedaços do telhado do Galleria Shopping s desprenderam e voaram pela Rodovia Dom Pedro I (Foto: Reprodução/EPTV)Pedaços do telhado do Shopping e voaram pela Rodovia Dom Pedro I (Foto: Reprodução/EPTV)
Técnicos do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) chegaram à conclusão de que a causa da destruição ocorrida em Campinas após um temporal na madrugada deste domingo (05) foi um fenômeno climático conhecido como micro explosão. Mais cedo, ainda neste domingo, o prefeito da cidade Jonas Donizetti (PSB), após reunião com o Cepagri, disse ao G1 Campinas que a causa havia sido um tornado.
A explicação foi dada durante entrevista coletiva realizada na Prefeitura de Campinas no início da noite deste domingo. Os especialistas chegaram à conclusão após percorrerem as áreas mais afetadas pelo temporal, comparar registros fotográficos e mapear o corredor de ventos que ultrapassaram os 100 km/h.
Os dois fenômenos (micro explosão e tornado) são muito parecidos, caracterizados por correntes de ar extremamente fortes, mas têm diferenças. O tornado é uma forte corrente de ar que desce das nuvem em espiral. Já na micro explosão, a corrente de ar despenca em linha reta, como um "corredor de vento", sem apresentar espiralidade, sobre uma determinada área.
No caso da tempestade de Campinas, explica o Cepagri, foram várias micro explosões, principalmente na região do Taquaral.
Casas tiveram telhados arrancados pela força do vento (Foto: Reprodução/EPTV)Casas tiveram telhados arrancados pela força do vento (Foto: Reprodução/EPTV)
 
 
por:G1.com.br

patrocínios

patrocínios