Parceiros

Parceiros
Mercevolks

Parceiros

Chuvas castigam ES e 20 mil estão desabrigados ou desalojados

As chuvas não param no Espírito Santo.  O governo decretou estado de emergência. O número de mortos subiu para cinco e pelo menos 20 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas.
Com as casas invadidas pela água, a cada dia aumenta o número de moradores que deixam tudo para trás. Só de barco ou trator para entrar em alguns bairros de Vila Velha, na região metropolitana de Vitória.
"A minha casa e a do meu pai dão dó. Eu ainda consigo trabalhar, mas meu pai tem 80 anos", desabafa uma moradora.
A Defesa Civil já fala em mais de 20 mil desabrigados e desalojados. Na noite desta sexta-feira, duas pessoas morreram soterradas: uma mulher, no município de Itaguaçu, na bacia do Rio Doce; e um homem, no município de Domingos Martins, região serrana do estado. Com isso, chega a cinco o número de mortos no estado por causa das chuvas.
A queda de barreiras dificulta o acesso às áreas mais atingidas. À noite, um carro caiu na cratera que se formou numa estrada.
Por causa do mal tempo, os helicópteros têm muita dificuldade para sobrevoar as áreas mais isoladas. Na tarde deste sábado, cinco caminhões do Exército saíram do quartel do Corpo de Bombeiros, em Vitória, para ajudar no resgate. Dos 78 municípios capixabas, 50 foram atingidos pelas enchentes. O governo do Espírito Santo decretou estado de emergência.
“Isso vai permitir que a gente tome medidas emergenciais, passando por cima da burocracia legal e permite uma integração maior com o governo federal", declara Renato Casagrande, governador do Espírito Santo.
O ministro da Integração Nacional esteve neste sábado em Vitória. Disse que o governo federal vai enviar mais um helicóptero, equipes do Exército com caminhões e mantimentos.

patrocínios

patrocínios