Parceiros

Parceiros
Mercevolks

Parceiros

Com novos equipamentos, obras na BR-116 devem ser concluídas dois meses antes do prazo


Principal rodovia brasileira, diariamente milhares de veículos passam pelos mais de 4.300 quilômetros da BR-116, estrada que liga as regiões Nordeste, Sudeste e Sul do país. Com o grande fluxo de automóveis e caminhões, o asfalto sofre e a manutenção da pista precisa ser periódica.

Conhecido como Rio-Bahia, o trecho que abrange parte do Estado do Rio de Janeiro, cruza Minas Gerais até chegar à Bahia, se transformou em um enorme canteiro de obras. As frentes de trabalho e seus maquinários pesados são vistos com frequência ao longo da rodovia.

Isso significa pistas em melhores condições e consequentemente mais seguras para os motoristas. Com contrato assinado para entregar 75 quilômetros de rodovia recapeados até outubro, a Paviservice Serviços de Pavimentação investiu na compra de novos equipamentos do Grupo Wirtgen para que a obra seja entregue mais rapidamente.

A pavimentadora Vögele Super 1103-2 e a usina de asfalto Ciber UACF 17-P2 devem diminuir em 20% o prazo da obra. “Nós já temos uma usina trabalhando e com a nova vamos poder dobrar a produção, saindo de 900 toneladas de massa por dia para 1.700 toneladas. A expectativa é que a gente consiga concluir o trabalho até o final de agosto”, projeta o diretor superintendente da Paviservice, Ronald Velame.

O empresário explica que o serviço teve início em outubro do ano passado e que, além de agilidade, as novas máquinas vão interferir positivamente no produto final. “Por ser uma usina moderna, vamos ter uma massa de boa qualidade e a pavimentadora fará uma distribuição melhor do material na pista”.

Atualmente a Paviservice, que já possui duas usinas de asfalto, fresadoras Wirtgen, vibroacabadoras Ciber e rolos compactadores da Hamm, está com 240 pessoas trabalhando no recapeamento da BR-116 no trecho que vai de Poções, na Bahia, até Cândido Sales, na divisa com Minas Gerais.

Via Resenha Geral

patrocínios

patrocínios